quinta-feira, 2 de junho de 2016 0 comentários

A Perda

Fazia um tempo que não sentia a perda, e hoje senti pelo coração de minha irmã. Nos soluços do choro dela eu lembrei a dor da perda.

Como é difícil perder alguém, um amor, às vezes até algo que conquistamos, como um trabalho. Mas o pior é um amor. É como um buraco que se abre em nossos corações e dói. As lágrimas correm sem controle e os soluços parecem piorar. Demora um pouco, mas eventualmente o buraco se fecha e esquecemos a dor.

Mas acredito que o mais importante da dor é o que vivemos antes dela, os momentos de alegria e de amor. Só dói porque um dia nós amamos. E se amamos significa que a vida ainda tem um sentido e que esse amor (que foi um presente de Deus), não foi controlado, mas dado gratuitamente e em abundância.

Se a dor vem sempre porque amamos demais, eu a abraço. O amor é algo que nos transforma, consegue nos deixar alegres, bobos e satisfeitos. Porque a única coisa que nos satisfaz na vida é o amor. Não dinheiro, não coisas, não trabalhos, não status, é o amor.

Queria que Deus me desse habilidade de amar mais, de transbordar amor. Isso que eu peço todos os dias.
0 comentários

Resenha: Por lugares íncríveis

Título: Por Lugares Incríveis
Autor: Jennifer Niven
Tradução: Alessandra Esteche
Páginas: 336

Editora: Seguinte

O que dizer desse livro? Bom, só posso dizer que realmente é inesperado, motivador e verdadeiro. Prepare os lenços esse livro vai te fazer chorar.

Não havia lido nenhuma resenha, nem atrás do livro, simplesmente li. Quando comecei, achei 'ok, acho que sei qual tipo de livro é', um romance gostoso, mas ele me surpreendeu. Pensa que a vida não é sempre colorida, a vida não é perfeita e as pessoas não fazem NUNCA o que esperamos (porque se fizessem, convenhamos que não seria tão legal) e esse livro fala disso. Poderia não dizer mais nada, é sobre isso, as imperfeições da vida.

Mas é motivador, porque ele nos mostra o quanto que conseguimos superar. Tem dores que achamos que vai nos consumir, mas algumas pessoas conseguem superar, essas pessoas são chamadas sobreviventes. E o livro mostra um pouco o lado dessas pessoas.

Não poderia dizer mais sobre o livro, só que vocês tem que ler. Esse livro eu recomendo, sem sombra de dúvidas.
 
;