terça-feira, 1 de agosto de 2017 0 comentários

Stuck in a moment

Acredito que a pior fase que pode estar não é aquela turbulenta, que parece que esta enfrentando uma luta atrás da outra. É que você não se movimenta, não luta, não muda. Essa é pior fase.

As tragédias e vitórias estão acontecendo e você esta indiferente, você não cresce ou reage. Você simplesmente.. observa elas passarem. E muitas vezes estamos assim porque nos sentimos incapazes ou sem força de fazer a diferença. 

Mas a diferença que importa não é se ajudou ou prejudicou a situação, mas o que você aprendeu. Que mudança fez em você? As vezes foi uma mudança que piorou, às vezes não. Você vai saber, quando olhar no espelho e ver que tipo de pessoa é hoje. Você evoluiu? Ou deu dois passos para trás? 

As pessoas não podem fazer essas mudanças em você, só você em você mesmo. E você não pode esperar a mudança dos outros, você não controla eles. Nós mal controlamos nós mesmo. Não podemos pedir mais um volante para dirigir se os carros são separados e muitas vezes indo em direções opostas. Seja feliz dirigindo a sua vida, controlando ou não você mesmo. 

Então, meu desejo é que eu mude sempre, e sempre queira mudar, continue em movimento. Viver estático é só ver a vida passar, eu prefiro viver ela. Dirigir a minha vida com fé em Deus, mesmo que às vezes eu me perca, a gente sempre consegue achar um caminho de volta ao nosso destino se quisermos.

Só não estacione o carro. Se não você perde toda a viagem que é a vida.

Boa viagem!
quarta-feira, 18 de janeiro de 2017 0 comentários

Fases da vida

Vocês já passaram por fases que parece que tudo está mudando. Seus pensamentos,  relacionamentos, ansiedades e até sonhos?

Tem fases que tudo parece mudar e você começa a enxergar as coisas de outra forma.  O que te fazia bem não faz mais e coisas que te preocupavam não preocupam mais.  Você tem novas prioridades e sente que deve aproveitar mais a vida e aceitar mais o que acontece.

Parece que o tempo está passando devagar e você quer parar um minuto para poder apreciar um sorriso,  uma gargalhada ou um carinho.

Acho que isso acontece comigo quando eu tenho que liberar todas as coisas da minha vida para Deus e assumir que não tenho o controle e que realmente as coisas acontecem por um motivo.

A parte difícil é não discutir com Deus, afinal o que você pode fazer? Você só pode viver e aproveitar a vida como bem diz em Eclesiastes 3. O que nós sabemos de verdade afinal?

quinta-feira, 2 de junho de 2016 0 comentários

A Perda

Fazia um tempo que não sentia a perda, e hoje senti pelo coração de minha irmã. Nos soluços do choro dela eu lembrei a dor da perda.

Como é difícil perder alguém, um amor, às vezes até algo que conquistamos, como um trabalho. Mas o pior é um amor. É como um buraco que se abre em nossos corações e dói. As lágrimas correm sem controle e os soluços parecem piorar. Demora um pouco, mas eventualmente o buraco se fecha e esquecemos a dor.

Mas acredito que o mais importante da dor é o que vivemos antes dela, os momentos de alegria e de amor. Só dói porque um dia nós amamos. E se amamos significa que a vida ainda tem um sentido e que esse amor (que foi um presente de Deus), não foi controlado, mas dado gratuitamente e em abundância.

Se a dor vem sempre porque amamos demais, eu a abraço. O amor é algo que nos transforma, consegue nos deixar alegres, bobos e satisfeitos. Porque a única coisa que nos satisfaz na vida é o amor. Não dinheiro, não coisas, não trabalhos, não status, é o amor.

Queria que Deus me desse habilidade de amar mais, de transbordar amor. Isso que eu peço todos os dias.
 
;